sábado, 4 de maio de 2013

Deep Web: O lado oculto da internet


Vamos fazer uma analogia à um iceberg. Sua parte superior é equivalente a internet que você usa no seu dia-a-dia, tudo o que está indexado no Google e em outros buscadores. A parte debaixo do iceberg, que é muito maior, equivale à denominada Deep Webtambém conhecida como Dark Web.




A Deep Web é tudo aquilo que não está na internet comum, tudo aquilo que não é indexado pelos buscadores. Um outro mundo, completamente a parte da realidade que estamos acostumados no dia-a-dia. A Deep Web contém muito mais páginas e recursos do que a surface web (a internet convencional), porém a maioria de seus recursos não são de qualidade e assustariam a maioria das pessoas. De acordo com a empresa BrightPlanet, a internet comum possui um tamanho total de 25% contra 75% da Deep Web. Todas as trilhões de páginas da Deep Web estão ocultas da maioria das pessoas.

Mas o que tem na Deep Web?


Deep Web
Existem algumas coisas inocentes, como comunidades que não querem ser incomodadas e artigos sobre pesquisas científicas e compartilhamento de arquivos, entre outros. No entanto, a maioria das pessoas que se arriscaram a entrar no lado negro da internet se arrependeram. Pra começar, é o melhor lugar para se encher de vírus. Além disso, todos os hackers se dispõe dos recursos da Deep Web para planejar ataques contra sites de bancos, e coisas do tipo, envolvendo altas quantias. Mas há coisas muito mais perturbadoras. Todos os tipos de psicopatas usam constantemente a Dark Web.
Quem já acessou diz ser fácil encontrar em vários sites vídeos de abusos sexuais contra bebês, crimes hediondos feitos por diversão, satanismo, canibalismo, além de sites tráfico de drogas, tráfico de armas, nazistas, terroristas, tutoriais para criação de bombas e venenos, e tudo o que de pior existe no mundo, fruto da perversidade de algumas mentes humanas.
Esses conteúdos se escondem em protocolos produzidos justamente para não serem monitorados por autoridades e pela polícia, além da garantia do anonimato a quem os acessa. Os dados de endereço IP e fontes de dados são todos codificados dificultando a ação da polícia quando investigam os usuários da Deep Web.
Nota: Um simples navegador não é suficiente para ir para o lado negro da internet, é preciso realizar o download de programas extras. Existem vários tutoriais que explicam como fazê-lo na internet comum, mas se for acessar, é preciso ter muito cuidado com o que se pesquisa.
*******
E você leitor, já tinha ouvido falar da Deep Web? Algum dia já acessou ou pretende acessar? Não deixe de comentar!

3 comentários:

  1. Os temas cada dia mais interessantes viu...
    Lindo trabalho de pesquisa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Ani, que bom que você gostou.

    ResponderExcluir
  3. muito interessante eu tenho vontade de conhecer, pois tenho um ditado conhecer de tudo e reter o que é bom.

    ResponderExcluir